Ajudando famílias disfuncionais a curar

As famílias disfuncionais são conhecidas por serem uma das principais causas de problemas psicológicos no mundo de hoje. As crianças criadas nessas famílias acreditam que os comportamentos estranhos, o abuso, a negligência e os conflitos que vivenciam são dinâmicas normais. Infelizmente, esses hábitos podem se tornar permanentemente arraigados nessas crianças, e o ciclo de violência continua.

Sem o apoio e a intervenção necessários, os adultos em famílias disfuncionais também ficam presos no sulco e não sabem o que fazer ou como sair da situação. Neste artigo, vamos explicar como você pode ajudar a curar uma família disfuncional.

Compreendendo os meandros de uma família disfuncional

Para dar a uma família disfuncional o apoio de que precisa, você precisa entender a mecânica de uma família disfuncional. Uma família se torna disfuncional quando seus membros deixam de coexistir de maneira pacífica e saudável. Existe um ciclo maldoso de abuso, negligência, negatividade e sofrimento em tal família. Por exemplo, se um homem deixa de cuidar de sua família devido ao alcoolismo, ele fica preso na armadilha da tristeza e da frustração. Ele também pode se tornar abusivo e ausente na tentativa de suprimir o sentimento de fracasso e culpa.

Por outro lado, sua esposa pode se sentir frustrada, triste e amarga, tornando-se controladora, isolada ou abusiva. Isso terá um efeito negativo nas crianças, causando-lhes uma enorme perturbação emocional e desconforto. Além do alcoolismo, existem muitas outras causas de famílias disfuncionais, incluindo pais deficientes, cônjuges excessivamente ocupados, cônjuges controladores e parceiros abusivos. Só depois de compreender todas essas dinâmicas é que você será capaz de curar as famílias disfuncionais.

Entenda os danos causados por famílias disfuncionais

Em uma família onde pais e filhos estão frustrados e estressados, a violência se torna a ordem do dia, tornando a vida insuportável para as vítimas. Infelizmente, são as crianças que suportam o impacto deste tipo de instabilidade. Em reação ao abuso e à negligência, as crianças tornam-se rebeldes, retraídas e violentas. Para ajudar essas famílias, você precisa entender como cada uma delas foi afetada e a melhor abordagem a ser usada.

A única maneira de saber como cada membro da família foi afetado por esse problema é permitir que se expressem livremente. Dê-lhes tempo suficiente para expressar sua dor e compartilhar seus pensamentos. Em seguida, ajude-os a identificar a dinâmica doentia em sua família e trabalhe com eles para construir novos hábitos e padrões. Você também deve ajudar cada membro da família a compreender seus comportamentos e como eles afetam os outros.